==
6 set

A importância de fazer uma instalação com instrumentos adequados

Independente da atividade que realizarão e do modelo a respeito do qual estamos falando, todas as máquinas para beneficiamento de vidros exigem uma rotina para serem montadas de forma adequada e terem performances melhores. Para que essa instalação seja feita, é indispensável a utilização de instrumentos adequados para cada uma delas.

Inclinômetro, goniômetro, esquadro de precisão, lâmina de calibração e teodonível podem ser citados como alguns destes instrumentos adequados. Você conhece algum deles? Sabe a importância de utilizá-los? Qual a função de cada um?

No texto que a Vidramaq preparou para você hoje, nós falaremos um pouco mais sobre a instalação de máquinas de vidro e por que ela deve ser realizada com uso de instrumentos adequados. Continue a leitura e saiba mais!

 

Por que não dispensar os instrumentos adequados?

Como já citamos, a performance e a produtividade estão diretamente ligadas a uma correta instalação de máquinas de vidro. Durante todo o processo de montagem, muitos fatores são de extrema relevância, porém nenhum deles supera o nivelamento. 

 

O nivelamento de uma máquina é, sem dúvidas, um dos maiores pontos para garantir o sucesso da atividade dela.

 

E é exatamente aí que entra a importância da utilização dos instrumentos adequados. Nem sempre o local onde a máquina está sendo instalada conta com um chão apropriadamente nivelado, e é papel do técnico responsável acertar o desnível através da própria instalação do equipamento utilizando os instrumentos.

Caso contrário, o problema do desnivelamento poderá ser sentido no resultado das peças, seja biselando, lapidando, temperando, furando, enfim. O desnível afeta todas as operações de diferentes máquinas, e é preciso consertá-lo.

 

Instrumentos adequados para a instalação de máquinas de vidro

Como você pode imaginar, a instalação de máquinas de vidro diferentes exige a utilização de instrumentos diferentes. Abaixo, nós listamos as principais máquinas e os instrumentos adequados para cada uma delas. Acompanhe:

 

Biseladora

Começamos com a máquina de instalação mais complexa. Como já falamos em outro texto, 90% das biseladoras são utilizadas para trabalhar com espelhos, peças mais delicadas que pedem um acabamento mais cuidadoso. Assim sendo, tirar o melhor proveito da biseladora é fundamental.

Aqui na Vidramaq, por exemplo, sempre que fazemos uma instalação de biseladoras, três instrumentos são indispensáveis. 

O primeiro deles é o teodonível, também chamado de nível óptico ou nível topográfico. Ele é o principal responsável pela precisão do nivelamento do corpo e dos braços da biseladora e dos transportadores do vidro.

O segundo é o inclinômetro digital que, como o próprio nome sugere, ajuda na inclinação da máquina. Para evitar acidentes ocasionados pela queda do vidro, é comum que máquinas em geral, e não só biseladoras, sejam inclinadas 5° para trás. É com este instrumento que a precisão nos 5° pode ser garantida.

Por fim, utilizamos também um goniômetro. Da mesma forma que o inclinômetro, ele serve para a medição de ângulos.

 

Lapidadora

No caso das lapidadoras, o uso do teodonível e do inclinômetro digital também é feito, pelos mesmos motivos. É preciso nivelar os componentes da lapidadora e incliná-la levemente para obter melhores resultados.

A diferença aqui é a utilização de outros dois instrumentos: um esquadro de precisão e uma lâmina de calibração. O esquadro tem a utilidade de aferir que haja um ângulo de 90° dos equipamentos de usinagem. Já a lâmina de calibração é usada para descobrir o quanto de inclinação os rebolos devem ter.

 

Forno de têmpera

Por último, trouxemos os instrumentos adequados para a instalação de fornos de têmpera. Eles também são montados com o auxílio de um teodonível, porém para nivelar a entrada da máquina e os roletes cerâmicos pelos quais o vidro passa

Usamos também pistolas a laser (uma espécie de termômetro portátil) para detecção de temperatura e cronômetros para conferir a velocidade dos transportadores, já que ambos os transportadores de um forno de têmpera devem estar sincronizados e atuando na mesma velocidade.

 

Vale destacar: muitas das características que citamos aqui podem sim ser vistas no painel digital das máquinas de vidro; contudo, aspectos climáticos e influências locais em relação ao país onde o equipamento foi fabricado podem adulterar os números. Na dúvida, e para ter a garantia de que não haverá erros, os instrumentos externos são obrigatórios.

 

Entendeu a importância de fazer uma instalação de máquinas de vidro com instrumentos adequados e específicos para cada uma? A Vidramaq conta todos os equipamentos citados neste texto e está sempre pronta para, além de vender máquinas de qualidade, instalar de maneira que a maior produtividade seja garantida.

Gostou deste texto e quer receber mais conteúdos como este toda semana? Então siga a Vidramaq nas redes sociais! Você pode nos encontrar no Facebook e no Instagram!

RECEBA NOSSAS NOVIDADES POR E-MAIL