==
12 mai

4 dicas para fazer um orçamento completo

Se você tem uma vidraçaria ou trabalha em uma, já deve ter feito ou pelo menos tido contato com algum orçamento. Como os serviços prestados por um vidraceiro dependem de muitos fatores, os orçamentos são essenciais para registrar tudo e justificar os valores para os clientes. Considerando isso, quanto mais completos eles forem, melhor.

Um orçamento completo contém todo tipo de informação, e elaborá-lo pelas primeiras vezes pode ser complicado para quem não sabe exatamente o que incluir. Foi pensando nisso que a Vidramaq criou uma lista de dicas para o desenvolvimento de orçamentos completos. Com isso, você não deixará nada para trás e terá o melhor serviço possível.

Quer saber mais? Então continue a leitura abaixo!

 

Elaborando um orçamento completo com 4 dicas

 

1. Entregue mais de uma opção, com diferentes tipos de vidro

Dependendo do projeto que será elaborado, diferentes tipos de vidro podem ser escolhidos. Alguns deles, com características específicas, acabam resultando em um serviço mais caro — mas com vantagens únicas. De acordo com o perfil do cliente, há quem esteja disposto a pagar mais por um serviço melhor e há também aqueles que se preocupam apenas com os valores.

E é exatamente por isso que é importante entregar mais de uma opção de orçamento. Assim, você consegue valores maiores com quem prioriza a qualidade ao mesmo tempo em que não deixa de perder algum cliente por motivos financeiros. Quem deseja entregar um orçamento completo pode começar dando mais de uma opção — quando for possível, é claro.

Afinal, sabemos que certos projetos exigem vidros especiais para garantir a segurança da instalação e do cliente. Quando este for o caso, é importante não abrir mão da qualidade.

 

2. Considere as ferragens

Um erro que pode ocorrer se você não se atentar à elaboração de um orçamento é pensar apenas no custo do vidro e seu beneficiamento. Porém, outros fatores e materiais também estão envolvidos — sendo um dos mais importantes as ferragens. Pouquíssimos projetos dispensam seu uso, e, sendo assim, seus orçamentos também não devem.

Outro ponto importante aqui é mostrar um modelo da ferragem que será utilizada para o cliente. Assim, ele terá uma boa noção da qualidade do material e entenderá o preço, independente do quão alto seja.

 

3. Inclua o custo de instalação

Outro ponto de extrema importância — até mais que os citados anteriormente — é a mão de obra. Afinal de contas, os materiais não serão seu único investimento como vidraceiro. Todo o tempo usado para colocar o projeto em prática, desde a produção do vidro até a instalação, também deve estar incluso em um orçamento completo.

Por mais que o cliente o tenha procurado em função do produto, a sua mão de obra é o que realmente importa, não acha? Portanto, não deixe de incluir o custo de instalação!

 

4. Use um aplicativo

Como nós já mostramos em outro texto, os aplicativos podem trazer uma infinidade de benefícios para as vidraçarias. E você pode escolher entre diversas opções no mercado, algumas inteiramente dedicadas à criação de orçamentos completos e outras com funções que auxiliam todo o gerenciamento da empresa.

Qualquer que seja o aplicativo escolhido, não tenha dúvidas de que ele irá melhorar seus processos — incluindo o de fazer um orçamento completo.

 

E aí, o que achou dessas dicas? Com cada uma delas, tanto você quanto seus clientes ganham muito! Caso tenha gostado e queira continuar recebendo, siga a Vidramaq no Facebook e no Instagram!

RECEBA NOSSAS NOVIDADES POR E-MAIL