==
18 ago

Veja o que caracteriza uma instalação de vidros profissional

Tão importante quanto a produção e o beneficiamento do vidro é a sua instalação. Afinal, é após esta última etapa que as peças ficam devidamente alocadas onde devem. Quando um erro amador ou algo do tipo é cometido enquanto o vidro é instalado, as consequências são perigosas — sendo que a peça pode até se quebrar. É exatamente por este motivo que é muito importante contratar uma instalação de vidros profissional.

Mas como identificar uma instalação de vidros profissional e diferenciá-la de uma instalação mais amadora? Na sequência deste texto, a Vidramaq mostra como. Abaixo, você poderá ver os 3 principais fatores que diferenciam uma instalação de vidros profissional. Continue a leitura e confira!

 

Instalação de vidros profissional x amadora: 3 fatores importantes

 

1. Medidas muito precisas sempre

Instalar uma peça de vidro é um processo altamente preciso. Todas as medidas devem ser altamente precisas; afinal, um centímetro a mais ou a menos pode não só complicar a ação, como impossibilitar toda a instalação. Portanto, não é surpresa que ter todas as medidas da forma mais precisa possível é o primeiro fator que faz uma instalação ser profissional.

E quando falamos em medidas, não estamos falando apenas das peças a serem instaladas. É fundamental que o responsável pela instalação tenha o tamanho preciso do espaço onde o vidro será instalado e, ainda mais importante, das ferragens — já que elas complementam a medida do vidro no espaço. 

 

2. Cuidados extras no manuseio das peças

Outro fator de influência é o cuidado que se tem com as peças. Porém, este cuidado não indica apenas uma instalação profissional; ela indica o profissionalismo em todas as etapas, desde a empresa que produz o vidro, passando pelo vidraceiro que o beneficia e vende e indo até o instalador. O vidro é um material relativamente frágil; e o cuidado é essencial.

Contudo, falando especificamente da instalação, existem alguns pontos mais específicos; a começar pela forma através da qual o vidro é carregado. Quando a peça é maior, ele deve estar sempre na vertical e ser carregado por mais de uma pessoa. Além disso, o instalador deve usar os EPIs adequados, especialmente as luvas.

 

3. Conhecimento das normas

Mais um fator profissionalizante imprescindível é o conhecimento das normas relacionadas a vidro. Existem diversas normas diferentes, todas regularizadas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e tratando especificamente de cada tipo de vidro.

A principal delas é a NBR 7199, que trata especificamente do projeto, da execução e das aplicações de vidros na construção civil. No entanto, nós sabemos que existem outros tipos de vidros que têm suas particularidades, incluindo aí o vidro temperado e o vidro laminado

 

Algumas dessas normas são:

 

– NBR 11706: sobre vidros na construção civil

– NBR 16259: sobre sistemas de envidraçamento de sacadas

– NBR 14718: sobre guarda-corpos para edificação

– NBR 14207: sobre box para banheiro

– NBR 14697: sobre vidro laminado

– NBR 14698: sobre vidro temperado

– NBR 16015: sobre vidro insulado

 

 

E você, já sabia o que caracteriza uma instalação de vidros profissional? Independente da posição em que você se encontra na cadeia vidreira (seja como vidraceiro, instalador ou até consumidor final), é importante ter esse conhecimento — seja para oferecer um serviço bom ou para saber como contratar um.

Caso tenha gostado do texto e queira receber mais conteúdo como este, acompanhe ainda hoje a Vidramaq no Facebook e no Instagram!

RECEBA NOSSAS NOVIDADES POR E-MAIL