==
14 jul

Vidro polarizado: o que é?

Se você acompanha nosso blog, já nos viu falando sobre os mais diferentes tipos de vidro. Enquanto alguns agregam apenas no quesito estético, outros são mais resistentes e praticamente obrigatórios para certas aplicações. No texto de hoje, a Vidramaq fala sobre um que é um pouco dos dois: o vidro polarizado.

Você já ouviu falar nele? Sabe do que estamos falando? Como o vidro polarizado é um produto relativamente novo no Brasil, muitos consumidores e até mesmo profissionais da área não o conhecem completamente e não sabem as possibilidades que sua aplicação oferece.

Aqui, você aprenderá tudo isso. Vamos responder o que é o vidro polarizado, explicar como ele funciona e mostrar se vale a pena para você, vidraceiro, atuar com ele. Continue lendo e entenda!

 

O que é vidro polarizado?

Também conhecido como vidro inteligente, o vidro polarizado faz parte de um grupo de inovações tecnológicas desenvolvidas pensando na automação residencial. Com o simples toque de um botão, o vidro deixa de ser transparente e se torna opaco. Isso faz com que a privacidade do local aumente muito, deixando todos mais confortáveis.

Nos locais em que ele já é mais difundido, como em alguns países da Europa, é comum encontrá-lo em hotéis, consultórios médicos, salas de reuniões, bancos, portarias de prédios, entre outros.

Veja na foto abaixo, de autoria da empresa PKO, um exemplo de vidro polarizado:

 

exemplo de vidro polarizado

 

Como ele funciona?

Como já citamos, a troca do transparente para o opaco ocorre com o simples apertar de um botão. Mas, quando este botão é pressionado, o que acontece? Como o material muda drasticamente de característica?

Tudo pode ser explicado através de sua composição. A grosso modo, ele é parecido com o vidro laminado, em que duas chapas de vidro são intercaladas com uma película de polivinil butiral (PVB), a qual tem a função de ligar as chapas.

A diferença do vidro polarizado para o vidro laminado é a película. No vidro inteligente, a película é de cristal líquido (LCD), um material chamado de Liquid Glass ou Polyvision. Em seu estado natural, a película contém moléculas dispersas desalinhadas, que deixam o vidro opaco, da mesma forma que a foto da esquerda.

Quando o botão é pressionado, essas moléculas são polarizadas e organizadas, fazendo com que o vidro fique transparente. Isso acontece graças à ação da energia elétrica na película de LCD.

O melhor de tudo é que o botão que falamos ao longo deste texto não precisa ser, necessariamente, um botão. O comando pode vir de um aplicativo de celular ou até mesmo automaticamente através de sensores.

 

Vale a pena atuar com este tipo de vidro?

Considerando que o produto ainda está ganhando espaço no Brasil, os vidraceiros que quiserem atuar com ele terão uma oportunidade e um diferencial. O número de empresas buscando o produto deve crescer muito nos próximos anos.

No entanto, não podemos nos esquecer de que estamos falando de um material altamente diferenciado. Para poder atuar com ele e oferecer um serviço de qualidade, é preciso se especializar. Antes de qualquer outra coisa, faça cursos e busque os melhores fornecedores.

Outro ponto a se considerar é o tipo de cliente com o qual a sua vidraçaria costuma trabalhar. Como você viu ao longo do texto, o vidro polarizado é mais útil para empresas, sendo muito mais comum nesses locais também. Se você atua majoritariamente com projetos residenciais, é possível que não tenha tanto público para este material.

 

Mas, e aí? Já conhecia o vidro polarizado? Gostou de saber um pouco mais sobre ele e seu funcionamento? Caso queira continuar recebendo conteúdo, é só seguir a Vidramaq no Facebook e no Instagram!

RECEBA NOSSAS NOVIDADES POR E-MAIL