==
30 set

3 dicas para a instalação de pisos de vidro

Se você acompanha o blog da Vidramaq e os textos que nós postamos por aqui, você sabe a enorme quantidade de aplicações que o vidro pode ter, não acha? Afinal, nós já falamos a respeito de algumas delas por aqui. Hoje, você poderá ver um pouco mais sobre um tipo de aplicação menos recorrente, mas muito lindo: os pisos de vidro.

Na sequência do texto, nós mostramos onde os pisos de vidro podem ser aplicados e ainda damos algumas dicas essenciais para realizar a instalação desses pisos. Continue a leitura e aprenda!

 

Onde os pisos de vidro podem ser aplicados?

A aplicação mais comum dos pisos de vidro é em andares superiores. Quando esse tipo de instalação é feita, cria-se um efeito incrível — em que as pessoas que estão no andar com o piso conseguem ver tudo que está embaixo delas. Para quem quer apostar em beleza e em irreverência, esta é a aplicação mais recomendada.

No entanto, ela não é a única possibilidade. Em um andar térreo, o que pode ser feito é usar somente um trecho do piso para aplicar os vidros. Para criar um efeito similar ao observado nos andares superiores, deixe um vão embaixo da parte do piso revestido com vidro e, nele, coloque objetos decorativos, como plantas e pedras sofisticadas.

 

3 dicas para instalar pisos de vidro

 

1. Utilize o vidro correto

Diversas pessoas têm um certo receio de caminhar pelos pisos de vidro, o que é um medo completamente justificável. Apesar disso, não é preciso ficar com esse medo — os pisos de vidro são muito mais seguros do que eles parecem ser para a maioria das pessoas. 

Apesar disso, é preciso que o tipo de vidro correto seja utilizado para que garanta-se uma segurança absoluta. Atualmente, não existe uma norma específica para pisos de vidro, mas a NBR 7199 – Vidros na construção civil – Projeto, execução e aplicações diz que os vidros laminados são os únicos que devem ser usados para este tipo de aplicação.

 

2. Tenha cuidado com os atritos

Como praticamente todas as outras instalações do vidro, os pisos feitos com o material são inseridos em esquadrias, que, por sua vez, são materiais bem rígidos. Quando em contato direto com o vidro por muito tempo, elas podem causar atrito demais, de forma que o vidro não suporte e acabe se quebrando.

Para evitar que isso aconteça, é indispensável o uso de calços de borracha nas bordas das peças de vidro. Assim, o contato direto não existe e o atrito é reduzido drasticamente. Vale lembrar que o ideal é que os calços tenham pouco menos que o dobro da espessura das peças.

 

3. Aposte sempre na prevenção

A última dica diz respeito à manutenção do piso. Mesmo que pisos de vidro sejam seguros, é preciso que a manutenção deles esteja em dia para que realmente não haja nenhum tipo de perigo. Prevenir sempre é melhor que remediar; afinal, um acidente em um piso de vidro pode ser gravíssimo.

Sendo assim, faça uma vistoria nas interligações e nas vedações do piso pelo menos uma vez por ano. Quando for lavá-lo, não utilize produtos químicos e sempre seque o piso logo depois.

 

E você, já sabia de alguma dessas coisas sobre os pisos de vidro? Caso tenha gostado do texto e queira receber mais, não deixe de seguir a Vidramaq no Facebook e no Instagram!

RECEBA NOSSAS NOVIDADES POR E-MAIL