==
13 nov

Silicone para vidro: conheça os mais utilizados

Independente do tamanho das peças e do local da aplicação, instalar vidros é um processo delicado. Afinal, é preciso garantir que a instalação seja bem feita, de maneira que não haja nenhum risco de que as peças caiam. Além de promover prejuízos, uma queda ainda pode ferir gravemente quem estiver por perto. Entre os produtos usados para instalação, um dos principais é o silicone para vidro.

Ele é o material que tem a função de colar as peças às esquadrias. É impossível fazer uma boa instalação sem que se utilize um silicone para vidro. Algo que, diferente da delicadeza do processo de instalação, depende do tamanho das peças e do local da aplicação é o tipo de silicone para vidro.

Por ser um produto feito sinteticamente, há toda uma infinidade de tipos de silicone. Dentro desse grupo, há aqueles que são os mais recomendados para instalar vidros. São eles:

– Silicone neutro;

– Silicone estrutural;

– Silicone acético.

Abaixo, a Vidramaq fala um pouco mais a respeito de cada um deles. Continue a leitura do texto na sequência e conheça melhor os 3 tipos de silicone para vidro e os casos nos quais cada um deles deve ser usado!

 

Conheça os 3 principais tipos de silicone para vidro

 

1. Silicone neutro

Começamos com o tipo mais “básico”. Entre todos os produtos usados, o silicone neutro é o que tem a maior versatilidade. Ele é indicado para vedações no geral. Quando tiver dúvidas sobre qual produto utilizar, opte pelo silicone neutro. 

As situações mais comuns de aplicação deste tipo de silicone para vidro incluem montagem de esquadrias, colagem de espelhos, vedações externas no geral e vedações internas em áreas secas.

Aqui, é preciso reforçar o tempo de cura, isto é, de secagem, do material. A cura do silicone neutro leva pelo menos 72 horas. Se o local em que a instalação ocorreu tiver temperatura e umidade relativa altas, o processo pode ser acelerado. Da mesma forma, temperaturas e umidade relativa baixas fazem a cura demorar ainda mais que 3 dias.

 

2. Silicone estrutural

Como o próprio nome já sugere, o silicone estrutural é um material que tem capacidade de suportar estruturas inteiras. Quando vemos aquelas grandes construções, especialmente no caso de arranha-céus, com as fachadas todas de vidro, saiba que o material utilizado para a vedação foi o silicone estrutural.

Tal força se dá graças à composição química do material, que possui ligações moleculares mais fortes em comparação com o silicone neutro. A invenção deste tipo de silicone foi uma verdadeira revolução, visto que ele permitiu o desenvolvimento de projetos inovadores.

 

3. Silicone acético

Encerramos os tipos de silicone para vidro com o silicone acético. Ele leva esse nome pois um dos materiais usados para fabricá-lo é o ácido acético. Graças a isso, ele tem um cheiro forte que lembra o do vinagre. Isso faz ele ter uma função fungicida, tornando-o ideal para o uso em uma situação específica: alta umidade.

Vidros instalados em box de banheiro, pia de cozinha, lavanderias, superfícies não porosas e em qualquer local com muita umidade precisam do silicone acético para garantir a adesão sem maiores problemas.

 

E você, já conhecia os diferentes tipos de silicone para vidro e as diferenças entre cada um deles? Se tiver gostado do texto e quiser continuar aprendendo cada vez mais, acompanhe a Vidramaq no Facebook e no Instagram para receber nosso conteúdo!

RECEBA NOSSAS NOVIDADES POR E-MAIL