==
20 mai

Descarte de vidro: como fazer corretamente

Nunca se falou tanto sobre sustentabilidade quanto atualmente. E, dentro deste assunto, um dos pontos mais importantes é a reciclagem. Todos devem se preocupar com o reaproveitamento de resíduos, mas nós — que atuamos com vidro — temos um compromisso ainda maior. Afinal, o descarte de vidro tem várias particularidades.

Neste texto, a Vidramaq te mostra quais são elas. Para começo de conversa, vamos explicar por que os vidraceiros devem se preocupar com o descarte de vidro e, então, ensinar a descartar vidros da maneira correta. Se você quer fazer sua parte por um mundo melhor, continue a leitura e saiba mais!

 

Por que eu, vidraceiro, tenho que me preocupar com o correto descarte de vidro?

Por alguns motivos, na verdade. Dependendo do tipo, o vidro é um material reciclável. Isso significa que aquela peça que você quebrou sem querer durante a produção não perdeu completamente a utilidade. Ela pode ser encaminhada para uma unidade de tratamento de lixo, onde ele é triturado e pode ser utilizado como matéria-prima para novas peças.

Com isso, você estará fazendo sua parte na construção de um futuro melhor para as próximas gerações. Como você sabe, os recursos disponíveis no planeta são finitos — e quanto mais pudermos reaproveitá-los, melhor. O pó de vidro seco, por exemplo, pode ser reutilizado na fabricação de asfalto e blocos ou tijolos de vidro.

Este é o principal motivo para se preocupar com o descarte de vidro. Como trabalhamos diariamente com o material, é comum que tenhamos que descartá-lo. Mas e quanto ao descarte correto do vidro? Não basta simplesmente jogar fora; é necessário fazer isso da maneira recomendada.

Pense nos trabalhadores da coleta seletiva. Se você simplesmente jogar o vidro fora em uma sacola, como faria com outros materiais, é possível que eles se machuquem gravemente. É preciso ter todo um cuidado para que isso não aconteça, como você poderá ver na sequência.

 

Como descartar vidros da maneira correta?

Entendeu por que se preocupar com o descarte de vidro, né? Agora chegou o momento de explicar como fazer esse descarte de acordo com o indicado pelos profissionais da área.

É bem simples, na verdade. Como já citamos, você não pode simplesmente guardar o vidro em sacolas plásticas. Por serem pontiagudos e cortantes, eles podem rasgar as sacolas e machucar quem for pegá-las. O ideal é embrulhá-lo em jornais e, depois disso, guardar em caixas de leite ou de papelão. Com isso, é praticamente impossível que o vidro fique para fora da embalagem e machuque alguém.

Mas o descarte correto não termina aqui. Depois desse processo, você ainda deve depositar o material no local correto. Se for deixá-lo na rua junto ao restante do lixo reciclável a ser recolhido pela coleta seletiva, é fundamental que o vidro fique a uma certa distância dos outros e, preferencialmente, tenha uma indicação do que se trata.

Outra opção é procurar pontos específicos de descarte de vidro. Se a sua cidade contar com um desses próximo à sua vidraçaria, esta se torna a opção mais adequada. Com ela, não existe nenhum tipo de risco.

Por fim, não podemos deixar de citar as empresas especializadas na coleta das sobras de vidro. Elas fornecem containers específicos feitos em chapa de aço, levando o material diretamente para usinas de vidro.

IMPORTANTE: Enquanto o vidro comum não sofre com este problema, vidros diferenciados como o vidro temperado não são recicláveis. Eles devem ser descartados no lixo comum, seguindo as orientações de segurança que demos.

 

E aí, entendeu como realizar o descarte de vidro corretamente? Pode não parecer, mas esse tipo de informação é essencial para nós que trabalhamos com vidro diariamente. Caso tenha gostado do texto e queira receber mais, siga a Vidramaq no Facebook e no Instagram!

RECEBA NOSSAS NOVIDADES POR E-MAIL